27 de jan de 2011

Prato do dia

Como arroz e feijão,
é feita de grão em grão
Nossa felicidade

Como arroz e feijão
A perfeita combinação
Soma de duas metades

Como feijão e arroz
que só se encontram depois de abandonar a embalagem
Mas como entender que os dois
Por serem feijão e arroz
Se encontram só de passagem

Me jogo da panela
Pra nela eu me perder
Me sirvo a vontade, que
 saudades de vc...
 digo...que vontade de te ver...

2 comentários:

Lilian Palhares disse...

Teatro Mágico!
*-*

JB disse...

Oi Lilian, como náo postar essa letra que nos fazem pensar sobre a pureza de um sentimento.
bjão e obrigado por comentar.