10 de dez de 2012

Traição



Tantas vezes, com mulheres ou com amigos, como amigos ou como amantes, traímos alguém e, esperamos pelo milagre do perdão, como se o que fizemos para destruir coisas como fé, confiança pudesse ser amortecido ou mesmo neutralizado sei lá pelo quê.

Mas é um esforço vão, e vão, e vão. A vida nos impõe preço para tudo, para cada um dos nossos atos, e não há como regatear. Um dos preços mais altos, é aquele que pagamos por trair quem um dia acreditou, confiou em nós. Na verdade dificilmente perdoamos a nós mesmos nestas situações. E então me ocorre uma frase de Graham Greene, um romancista. “Esquecemos os que amamos, mas não esquecemos os que traímos.” E nosso grande Kurt "Se meu sorriso mostrasse minha dor, ao me verem sorrir chorariam comigo".
A pior dor é aquela que não transborda em lágrimas...

Nenhum comentário: